sábado, 17 de novembro de 2007

pequeno principe

"Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo..."


finalmente li o tão famoso livro "o pequeno principe". e admito: não gostei muito não...
isso não é livro infantil nem á pau. linguagem difícil, situações de tempo e espaço difícil de compreender. tipo, eu até entendi o que acontece, a msg que o livro quer passar, mas acho que uma criança não entenderia não. ele fala umas coisas bunitinhas e tals, passa umas mensagens bacanas, mas....
me decepcionou! =/

7 comentários:

Piercarlo disse...

"Cativas...e aliás,o essencial é invisível aos olhos"
;)
Bjs

Ed disse...

A obra de Antoine de Saint-Exupéry é profundamente simbólica e filosófica; a tua decepção se deve certamente aos olhos com os quais te propôs a ler o livro. O Pequeno Príncipe nem de longe é uma obra infantil.

Leia outra vez, daqui a uns anos.

Abraço.

renata disse...

tb acho que não é uma obra infantil, mas é assim que ele está classificado!

Edson Junior disse...

Ah, mas não se deve confiar piamente em classificações editoriais, elas tendem a simplificar as coisas.

janpiter disse...

Das estórias infantis, prefiro "o mágico de OZ" e "Alice no país das maravilhas". O pequeno nunca me encantou também.

Gigi disse...

Sei lá. Pequeno Príncipe é obra da moda, não me emocionou também.
Já leu o Apanhador no Campo de Centeio? É o mesmo tipo: ou você acha uma cretinice, ou ele causa surtos existenciais irreversíveis, depende dos seus olhos quando ler.

Kika disse...

Eu sou louca pra ler esse livro tbm.. pq era meu desenho preferido na infancia!