sábado, 2 de fevereiro de 2008

2 de fevereiro

Iemanjá, lemanjá lemanjá
é dona Janaína que vem
Iemanjá, Iemanjá lemanjá
é muita tristeza que vem
Vem do luar no céu
Vem do luar
No mar coberto de flor, meu bem
De Iemanjá
De lemanjá a cantar o amor
E a se mirar
Na lua triste no céu, meu bem

Triste no mar
Se você quiser amar
Se você quiser amor
Vem comigo a Salvador
Para ouvir lemanjá
A cantar, na maré que vai
E na maré que vem
Do fim, mais do fim, do mar
Bem mais além
Bem mais além
Do que o fim do mar
Bem mais além

(Canto de Iemanjá
Vinicius de Moraes)
na foto, eu e minha mãe. e ao fundo, o mar.... =)

2 comentários:

JANPITER INZAGHI disse...

A foto está muito bela. Do Vinicius prefiro outros poemas.
Beijos para ti.

Gigi disse...

Nha, esse ano não fiz uma homenagem à minha mãe. Mas agradeci a ela por tudo de bom que ela me proporciona sempre. Somos filhas privilegiadas. =)